top of page

IX FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO DE JUIZ DE FORA, ZONA DA MATA E VERTENTES - Parte II



Com o tema "Empreendedorismo: pilar do desenvolvimento das empresas", a Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região (ADJFR) promoveu nos dias 24 e 25 de agosto, no Trade Hotel, o IX Fórum de Desenvolvimento de Juiz de Fora, Zona da Mata e Vertentes. O evento, que é realizado a cada dois anos, reuniu profissionais liberais, empresários, instituições de ensino e sociedade em geral.


A conferência de abertura ficou a cargo do Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio de Avelar, que começou sua apresentação relembrando o contexto de Minas Gerais no início do Governo Zema, com ecândalos de corrupção, pior situação fiscal do Brasil, falta de repasse aos municípios, servidores sem salário, alta carga tributária, estrutura governamental sucateada e baixa capacidade de atração de empresas.


Para resolver estes problemas, foi implantado o programa Minas Livre para Crescer, com foco na aplicação da legislação de liberdade econômica nos órgãos estaduais; apoio aos municípios na regulamentação e aplicação de ações com foco na melhoria do ambiente de negócios; desburocratização, revisão e revogação e normas e procedimentos que afetam o mercado.


Passalio explicou que, para colocar o programa em prática, foi criado um Guia Municipal de Liberdade Econômica, com o objetivo de orientar os 853 municípios mineiros quanto à implementação dos princípios da liberdade econômica (Lei no. 13.874/2019), transformando Minas no Estado mais livre para se empreender no Brasil. Outra ação foi a liberação de mais de 700 atividades de baixo risco do alvará de funcionamento, simplificando o acesso daqueles que querem empreender à regularização de suas atividades. Outro ponto destacado pelo Secretário Estadual foi a publicação do Decreto Estadual no. 48.036/2020, que coloca Minas sob a égide da Lei de Liberdade Econômica, institucionalizando a aprovação tácita, a análise de impacto regulatório, a vinculação das decisões administrativas, a classificação e risco e demais avanços.


Para demonstrar o papel do Minas Livre para Crescer na geração de empregos em 2022, Passalio afirmou que dos cem municípios mineiros que mais geraram empregos, 64 fazem parte do programa; dos dez municípios que mais geraram empregos, cinco fazem parte do programa e dos dez municípios de pequeno porte (menos de 50 mil habitantes) que mais geraram empregos, sete fazem parte do programa. Além disso, quando se refere ao impacto na abertura de empresas, Minas ocupa o 2o. lugar no ranking nacional, com saldo positivo de mais de 208 mil novas empresas, sedo que 97% delas são de micro e pequeno porte.


Entre os dados apresentados por Passalio, Juiz de Fora, que faz parte do Minas Livre para Crescer, foi citada como a primeira em geração de empregos na Zona da Mata, com mais de 3.000 empresas abertas somente em 2023, sendo o 8o. município do Estado que mais gerou empregos em 2022.


Outro destaque apresentado pelo Secretário Estadual foi a criação dos Arranjos produtivos Locais (APL´s). Juiz de Fora possui quatro iniciativas nesse sentido: vestuário, queijo, que abrange toda a Zona da Mata, cerveja artesanal e audiovisual (também na Zona da Mata).


Sobre a inovação para os negócios mineiros, Passalio afirmou que, em 2023, o ecossistema de inovação tem mais de 1200 startups no Estado e mais de 90 centros de apoio ao desenvolvimento de empresas de alta tecnologia e centros de P&D, sendo destinados mais de meio bilhão de Reais por ano para ciência, tecnologia e inovação.


Já o Minas Business Connection é uma plataforma gratuita para o empreendedor com o objetivo de impulsionar o comércio exterior, conectando empresas mineiras a mais de 180 países e 240 mil empresas internacionais, gerando oportunidades de negócios e permitindo o acesso a mercados internacionais.


TEMAS RELEVANTES PARA O EMPREENDEDORISMO


O IX Fórum contou também com a conferência sobre "Programas de parcerias para investimentos em infraestrutura em Minas Gerais", com o Diretor de Captação de Recursos e Cooperação da Secretaria de Infraestrutura de Minas Gerais, João Manoel Duarte; "Empreendedorismo tributário", com Frederico Amaral, da E-Auditoria, além de palestras sobre "Administração municipal e o estímulo ao empreendedorismo", com o Secretário de Desenvolvimento Sustentável, da Inovação e Competitividades da Prefeitura de Juiz de Fora, Ignácio Godinho Delgado: "Como despertar a inovação nas empresas - cases de sucesso", com o Diretor do Critt da Universidade Federal de Juiz de Fora, Fabrício Campos; "Empreendedorismo e inovação no agronegócio da Zona da Mata e Vertentes de Minas Gerais", com o professor da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da UFJF, Paulo do Carmo Martins; "O empreendedorismo e a inovação na MRS", com o Gerente de Inovação e Transformação Digital, Pedro Henrique Oliveira; e a mesa redonda sobre "Energia elétrica, com Carlos Montovani da Arion Energias Sustentáveis, Reforma tributária, com Ulisses Sagioro, da Delgado, Sagioro e Decnop Advogados Associados e Aeroporto Regional da Zona da Mata, com o Superintendente Flávio dos Santos", e mediação de André Decnop.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page