top of page

ADJFR REALIZA A OUTORGA DA COMENDA BERNARDO MASCARENHAS



A ADJFR promoveu, no dia 23 de novembro, no auditório da Faculdade Suprema, a 14a. edição da Comenda Bernardo Mascarenhas. Este ano, os agraciados na Categoria Pessoa Jurídica foram Associação Portuguesa de Juiz de Fora, Colégio dos Jesuítas, Fábrica de Doces Brasil e Universidade Federal de São João Del Rei. Na Categoria Pessoa Física, o agraciado foi o advogado e professor Paulo Roberto de Gouvêa Medina, escolhido como orador em nome dos homenageados.


Na abertura do evento, o Coral do Colégio dos Jesuítas fez uma apresentação com as músicas Canário do Reino, de Tim Maia; Flores, dos Titãs e Yellow do Coldplay.


Em seu discurso, o Presidente da ADJFR, Célio Chagas, destacou que "o momento da outorga da Medalha representa o simbolismo de uma vida trabalhada, reconhecida, mas também materializa e marca, felizmente em vida, todas as histórias em prol da construção e do desenvolvimento de Juiz de Fora e região. E o principal é poder compartilhar com os homenageados que toda essa trajetória valeu à pena."


ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE JUIZ DE FORA


Fundada em 1o. de dezembro de 1891 como Sociedade Auxiliadora Portuguesa de Juiz de Fora, passou por diversas fases até estabelecer sua sede definitiva no Aeroporto, em um terreno de 14 mil m2. Além de seu papel cultural e social, a Associação Portuguesa de Juiz de Fora abriga o Consulado Honorário de Portugal.


Nos últimos anos, a Associação tem se destacado pela realização das Festas Portuguesas, ocorridas em 2022 e 2023, com o Projeto de Incentivo à Cultura e Gastronomia Portuguesa. Esses eventos, que contaram com a presença dos Cônsules Rui Almeida e Eurico Matos, receberam apoio da Prefeitura de Juiz de Fora, que aprovou a Lei Municipal no. 14.598 de 24/04/2023, incluindo a Festa no calendário oficial de eventos municipais.



Os objetivos da Associação Portuguesa de Juiz de Fora abrangem a promoção da fraternidade entre seus associados, a organização de encontros de caráter desportivo, social, cultural e cívico, o oferecimento de educação sobre assuntos luso-brasileiros, a manutenção de uma biblioteca com obras luso-brasileiras, a promoção de intercâmbio cultural e cívico com coirmãos de origem luso-brasileira, a prestação de assistência em iniciativas humanitárias e sociais, bem como a celebração anual de datas importantes, como o Dia de Nossa Senhora de Fátima, Camões e o aniversário de fundação da associação. Recentemente, foi inaugurado o Museu e Biblioteca Luís Vaz de Camões.


COLÉGIO DOS JESUÍTAS


O Colégio dos Jesuítas em Juiz de Fora foi inaugurado em 1956. Nomeado, inicialmente, como Colégio Imaculada Conceição, tornou-se Colégio dos Jesuítas, incorporando o nome da ordem criada por Inácio de Loyola e aprovada, oficialmente, em 1540. Maior e mais completa unidade educativa da região da Zona da Mata Mineira, integra a Rede Jesuíta de Educação, que reúne 17 unidades de educação básica da Companhia de Jesus no Brasil.


Com a missão de promover educação de excelência, inspirada nos valores cristãos e inacianos, contribuindo para a formação de cidadãos competentes, conscientes, compassivos, criativos e comprometidos, o Colégio norteia-se pela inovação e pela aprendizagem integral. No Jesuítas, o estudante é estimulado a pertencer à cidadania global. Numa gestão colaborativa e sustentável, o Colégio estimula a criatividade e a elaboração de projetos de vida, na defesa de um mundo mais justo e solidário.



Com área de aproximadamente 80 mil m2, sendo mais da metade de Mata Atlântica preservada, o Colégio reúne um robusto complexo educacional que atende do maternal II à 3a. série do ensino médio. Além de amplas e modernas salas, auditórios, laboratórios completos, o Jesuítas também conta com uma escola de esportes e cultura, com a oferta de mais de 17 modalidades esportivas e culturais, fomentando, assim, habilidades para além da sala de aula.


FÁBRICA DE DOCES BRASIL


A Fábrica de Doces Brasil foi fundada por João Estiguer em 1945 na Rua Marechal Deodoro, onde se encontra um das unidades até hoje. A empresa recebeu o título de Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial de Juiz de Fora por fazer parte do costume e do modo de agir do juiz-forano há quase 80 anos. Os doces, bolos, biscoitos e salgados sempre estiveram presentes nas confraternizações, festas de aniversário e nos lanches feitos em alguma das dez lojas do grupo.


Grande parte da população tem uma memória afetiva com a marca e sempre relata momentos que tiveram desde quando eram crianças e acompanhavam seus pais e avós para um lanche da Fábrica.



Quem já morou aqui e se mudou sempre pede aos parentes que vão visitar para levarem um bolo, uma fatia rosa, uma coxinha com catupiry, os biscoitinhos ou algum outro produto de sua preferência para matarem a saudade e relembrarem do paladar e dos momentos vividos aqui.


PAULO ROBERTO DE GOUVÊA MEDINA



Paulo Roberto de Gouvêa Medina é Professor Emérito da Universidade Federal de Juiz de Fora, tendo sido Diretor da Faculdade de Direito (1976/1971). Foi Conselheiro Federal da OAB por sete mandatos e decano daquele colegiado. Recebeu a Medalha Rui Barbosa da OAB em 2014, a mais alta distinção da entidade dos advogados, e a Medalha JK, da UFJF. Recebeu também condecorações do Judiciário (Tribunais de Minas Gerais e do Distrito Federal, bem como o Tribunal Superior do Trabalho) e do Município de Juiz de Fora (Comenda Henrique Halfeld e Medalha do Sesquicentenário). Foi Procurador do município, procurador-geral e é o Presidente de Honra da Associação dos Procuradores Municipais. Autor de obras jurídicas, escreveu também o livro "A política em Minas", editado em 2018 pelo Departamento Cultural da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, estando no prelo a segunda edição, a ser lançada pela Editora do Senado Federal.


UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI


Uma instituição universitária pública sempre comprometida com o desenvolvimento da ciência e a inclusão social. Assim pode ser definida a Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), nascida em 1987, a partir da fusão e federalização da Faculdade Dom Bosco e da Fundação Municipal São João Del Rei.


Empenhada em seu desenvolvimento acadêmico e científico e no das regiões onde está inserida, a UFSJ alcançou em 2022 a condição de universidade federal. A UFSJ criou novos campi, ampliou o número de cursos de graduação e pós-graduação, tornando-se uma das mais importantes universidades federais do país.




Atualmente, a UFSJ está instalada em seis campi: três em São João Del Rei e mais três nas cidades mineiras de Divinópolis, Ouro Branco e Sete Lagoas. A instituição possui cerca de 15 mil alunos e 54 cursos de graduação, 30 programas de pós-graduação, em níveis de mestrado e doutorado.


Uma característica marcante da UFSJ é a valorização e integração entre ensino, pesquisa e extensão. Pesquisas teóricas e aplicadas de alto impacto com financiamento nacional e internacional garantem posição de destaque à Instituição, uma vez que seus pesquisadores estão integrados a redes de pesquisa interdisciplinares mundiais. No ensino, a Federal de São João Del Rei tem se destacado por implementar uma política de inclusão e permanência para os estudantes e por estar atenta à construção do saber em sala de aula. A integração da UFSJ com a comunidade advém do desenvolvimento de uma série de projetos e programas de extensão, enquanto se fomenta a cultura empreendedora e a inovação.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page