Bem-vindo à Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região!

Horário de Funcionamento de 13:00 às 19:00

Av. Getúlio Vargas, 455 / 4° andar Centro , Juiz de Fora, MG

(32) 3215.7100(32) 3217.9846

21Ago

Pesquisa revela que empresas gastam pouco com segurança da informação


por: Jornal do Empreendedor

A nova pesquisa da SafeNet faz um alerta para a gravidade do atual cenário da segurança nas empresas. Segundo a análise inédita, um a cada três profis­sionais, chefes de segurança de dados, afirmam que os investimentos na área estão sendo destinados para a implanta­ção de tecnologias erradas. No entanto, 95% deles continuam a investir e a em­pregar as mesmas estratégias. O estudo foi realizado com 230 profissionais de segurança nos Estados Unidos e servem como base para o Brasil, segundo os au­tores do estudo.
A pesquisa revela que, apesar de in­vestimentos contínuos em tecnologias de rede de perímetro, os entrevista­dos não estão confiantes de que estão empregando as tecnologias certas para garantir os seus dados de alto valor. Apesar de 75% dos entrevistados acre­ditarem que as defesas de perímetro de rede são eficazes, 31% reconhecem que as suas barreiras foram violadas no passado. Para os analistas da SafeNet, o mais preocupante é que 20% dos diri­gentes de segurança entrevistados afir­maram não estar ainda 100% certos se os dados tinham ou não sido violados, o que indica que as empresas podem não ter as tecnologias certas para detectar se uma violação de segurança interna ou externa ocorreu.
Quando o assunto são as recentes ondas de violações, 52% afirmam que, de fato, essas violações os levaram a ajustar suas estratégias de segurança de dados. No entanto, quando indagados se acreditam que uma violação de segu­rança pode acontecer, 66% têm certeza de que suas organizações vão sofrer uma violação de dados dentro dos próximos três anos. E quando perguntado se es­tão confiantes na capacidade da indús­tria para detectar ou prevenir violações de segurança, apenas 19% confiam, 49% não estão convencidos de que a indús­tria pode frustrar as ameaças atuais e 33% são ainda menos confiantes em sua capacidade de fazê-lo.
"Os resultados da pesquisa sobre violação da segurança anunciados pela SafeNet levantam inúmeras ques­tões sobre se as empresas têm os recursos de pro­teção de dados eficazes e necessários para gravar trilhas de auditoria preci­sas, fazer cumprir e manter o controle dos seus dados, estejam esses no cliente ou em nuvem ou num ambiente virtual. Ape­sar de ser um retrato da segurança de dados nos Estados Unidos, aqui no Brasil a situação não é diferente, e creio que ao aplicarmos a pesquisa no País, os dados podem se revelar ainda piores", alerta Anselmo Cimatti, country manager da SafeNet no Brasil.


Últimas Notícias



Galeria de Fotos