Bem-vindo à Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região!

Horário de Funcionamento de 13:00 às 19:00

Av. Getúlio Vargas, 455 / 4° andar Centro , Juiz de Fora, MG

(32) 3215.7100(32) 3217.9846

06Fev

Bruno Siqueira quer concluir primeira parte da BR-440


por: Tribuna de minas

Paralisada deste o final do ano passado, quando terminou o contrato da empreiteira Empa S/A Serviços de Engenharia, responsável pela execução inicial do projeto, a BR-440 pode ter continuidade ainda este ano. O prefeito Bruno Siqueira (PMDB) entregou nesta terça-feira (5) ao superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Minas, José Maria da Cunha, uma proposta de conclusão da parte da rodovia localizada na Cidade Alta. A ideia é dar utilidade ao trajeto construído ao custo de R$ 54.057.862,69. De acordo com a proposta original, faltam ao trecho viadutos, passarelas e a ligação com a BR-040. De acordo com a assessoria da Prefeitura, a reivindicação do prefeito foi bem recebida pelos técnicos do Dnit, que teriam sinalizado interesse em viabilizar a utilização do percurso em questão.

Concebida como ligação entre as rodovias BR-040 e BR-267, a BR-440, que chegou a ser denominada por projeto de lei do ex-deputado federal Virgílio Guimarães (PT), como via Pedro Nava, foi suspensa pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por conta de indícios de "irregularidades graves". Entre as mazelas apontadas pelo órgão estão a "insuficiência do projeto inicialmente licitado", inexistência de projeto executivo, sub-rogação do contrato à empresa que não participou da licitação e "alteração dos quantitativos e dos serviços originalmente contratados" ao longo de 20 anos. A obra chegou a frequentar o noticiário nacional em meados de 2011, por ocasião de denúncias de corrupção envolvendo o Dnit, quando toda cúpula do órgão foi afastada.

Além de tratar da questão da BR-440, o prefeito encerrou sua visita a Belo Horizonte, na tarde de terça-feira, com um encontro com o vice-governador Alberto Pinto Coelho (PP). Embora com caráter mais político, Bruno aproveitou para pontuar algumas demandas relacionadas à participação de Juiz de Fora e Matias Barbosa como subsede da Copa do Mundo de 2014.


Últimas Notícias



Galeria de Fotos