Bem-vindo à Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região!

Horário de Funcionamento de 13:00 às 19:00

Av. Getúlio Vargas, 455 / 4° andar Centro , Juiz de Fora, MG

(32) 3215.7100(32) 3217.9846

12Set

BR-040 terá três praças de pedágio entre JF e BH


por: Jornal Tribuna de Minas

A BR-040 terá 11 praças de pedágio no decorrer dos 936,8 quilômetros da BR-040, que liga Juiz de Fora à Brasília, sendo três no percurso até Belo Horizonte. Neste trecho, os pontos de cobrança serão instalados no Km 718, próximo à Barbacena, no Km 640, entre Carandaí e Cristiano Otoni, e no Km 562, entre Nova Lima e Congonhas. (Ver quadro). As posições poderão ser alteradas em até cinco quilômetros, caso a empresa concessionária julgue necessário, conforme informações da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). Os dados constam do programa de exploração e determinam também que o preço máximo do pedágio será de R$ 3,74, valor 30,31% superior ao previsto anteriormente para a concessão da rodovia, de R$ 2,87.

O condutor que atravessar o percurso completo poderá gastar até R$ 41,14. De Juiz de Fora até Belo Horizonte, o custo máximo será de R$ 11,22. No caso de veículos de carga, a tarifa pode ser multiplicada por até nove vezes, de acordo com o número máximo de eixos. Desta forma, até Brasília, os encargos ficariam em R$ 370,26. Já até a capital mineira, o valor seria de R$ 100,98.

Segundo documento disponibilizado pela ANTT, a arrecadação de pedágio será realizada num prazo de 18 meses após a concessão, através de sistemas automático e manual, ambos capazes de identificar eixos com rodagem dupla e eixos suspensos de qualquer veículo. O tempo gasto para a cobrança da tarifa deverá ser de 15 segundos a um minuto, e os condutores deverão esperar, no máximo, dez minutos na fila do pedágio. As médias serão maiores nos horários considerados de pico.

A previsão de investimentos para a rodovia nos próximos 25 anos é de R$ 6,4 bilhões. O sistema de segurança da BR-040 contará com implantação de 373 câmeras de TV, 1.284 telefones de emergência, frota de veículos de inspeção de tráfego e sistema de controle de velocidade. Além disso, ainda no primeiro ano de contrato, serão instaladas 18 bases operacionais de Serviços de Atendimento ao Usuário (SAU) que atuarão 24 horas.

No dia 18, será realizada, em Brasília, a primeira audiência presencial para análise do edital. No dia 24, ocorrerá outra em Belo Horizonte. Depois desta etapa, o documento será encaminhado para o Tribunal de Contas da União (TCU). A previsão é de que a licitação seja aberta em janeiro de 2013.


Últimas Notícias



Galeria de Fotos